segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Eleições autárquicas 2013 Marinha Grande



Os resultados Eleitorais na Marinha Grande, não foram grande surpresa para mim, cheguei a comentar com alguns amigos, que o PS e a CDU, por motivos vários, iriam perder um mandato cada, e os mesmos seriam distribuídos como foram, pelos Movimentos de “Independentes” para mim, até aqui tudo normal.
O que me deixou muito preocupado foi a abstenção, 52.75 %, assim como os votos nulos 509, e brancos 740, gostaria de encontrar uma explicação para este facto.
Estes resultados levaram-me a viajar no tempo, a voltar ao tempo do Fascismo, às lutas pela Liberdade, pelo direito ao voto, às lutas dos vidreiros por melhores salários e condições de vida.
Não consigo compreender que na Marinha Grande, neste Bastião da luta Antifascista, numa terra onde os valores da Democracia e da Liberdade estão intimamente ligados, à maneira de estar e ser da nossa comunidade, acredito, que estes valores, são comuns a todos os quadrantes políticos.
A Marinha Grande foi uma terra onde as palavras Liberdade e Democracia, custaram vidas humanas e centenas de anos de prisão, nas masmorras da Ditadura Fascista, agora passados 39 anos do 25 de Abril, as pessoas na sua maioria, não querem usufruir deste direito fundamental da vida Democrática, que é o direito ao voto.
Penso que os Dirigentes Políticos locais, em particular do PS, e do PCP, têm a obrigação de analisar os erros cometidos, tentar analisar o que leva a nossa comunidade a afastar-se tão radicalmente da vida pública.
Agora um novo desafio se coloca ao Senhor Presidente da Câmara Dr. Álvaro Pereira, encontrar a melhor solução, para a governação na nossa terra.

Penso que são horas de esquecer as diferenças politicas, tem que ser mais forte o que nos une do que aquilo que nos separa, juntar esforços de todos os eleitos, para voltar a colocar a Marinha Grande na senda do progresso e do desenvolvimento, senão o fizerem, nas próximas eleições Autárquicas corremos o risco de só votarem os candidatos aos diversos órgãos da Autarquia.

Sem comentários: